Você sabia que a arquitetura da escola influencia no processo de aprendizagem?



Na Avalon, nós sabemos que uma escola bonita inspira os alunos e os professores. Mas vamos muito além da beleza. Identificamos como as formas, as cores, os materiais e as proporções usadas na construção de uma sala de aula dão suporte psico-neurológico ao cérebro, aumentando sua capacidade de atenção, percepção e consequente aprendizado.

Mas como conseguir a combinação perfeita de todos estes fatores?


Para realizar o projeto arquitetônico da Avalon, fomos buscar a perfeição das formas e a encontramos na natureza. O número de ouro, conhecido também como a proporção áurea, é a proporção de harmonia e beleza encontrada na natureza. Está nas folhas, nas flores, nos caramujos, nas colmeias de abelha e até mesmo na estrutura do corpo humano. Há estudos que demonstram que elementos arquitetônicos construídos tendo como base matemática a proporção áurea, produzem impactos sutis positivos no cérebro.

A proporção áurea permite criar ambientes arredondados que seguem a famosa sequência de Fibonacci e criar octógonos para as salas de aula, métodos similares aos utilizados pelos grandes artistas para criar obras como a Mona Lisa ou A Última Ceia. Tais estruturas promovem equilíbrio de hemisférios cerebrais e bem estar, facilitando o processo de exploração, integração e evolução das crianças na escola.

Apresentamos nosso projeto arquitetônico inovador, todo realizado seguindo a proporção áurea.